Boa Noite – Pam Gonçalves

Boa Noite foi escrito pela Pam Gonçalves e foi publicado em 2016. Para quem não conhece (eu dúvido que não, sério) a @pamgoncalves tem um canal no youtube bem antigo sobre livros. Mas a jornada dela vem lá de trás quando ela fazia resenhas para o fórum do Grupo Editorial Record. E eu estava ali, o tempo todo. Acho que ela é uma das poucas (se não a única) autoras que eu segui a carreira tão de perto, mesmo aqui, sendo apenas mais uma fã.

Quando eu soube do lançamento deste livro, em 2016, fiquei completamente atônita, pois eu sabia o quanto ela estava esperando por isso, o quanto ela sonhava com isso.

‘Nossa, mas você por que demorou tanto para ler se diz ser tão fã?’ Acontece que 2016 for a um dos piores anos da minha vida. Eu não conseguiria ler nada , por mais que eu quisesse ou tentasse.  Mas eu não estou aqui para falar sobre isso.

O livro conta a história da Alina, uma jovem que vai começar sua vida jovem adulta em outra cidade quando é aprovada em Engenharia da Computação. Ela consegue entrar em uma vaga de uma república, onde conhece Talita e Bernardo, um casal diferente, mas que vai trazer grandes questionamentos para a história. Manu, uma personagem engraçada, mas com uma grande história de vida para ensinar. E, não menos importante, Gustavo. E o que falar de Gustavo? Bom, não vou dizer nada além do óbvio, de que ele é um cara gato para c#.

A escrita da Pam é muito gostosa e fácil de ler e, por ser uma autora jovem, ela soube abordar de uma forma bem realista todos os dilemas que uma jovem encara ao entrar na faculdade, principalmente se escolher um curso onde a grande maioria são homens.

Apesar de mostrar todo o ‘padrão’ de uma jovem adolescente, como primeira festa, primeiro ficante, primeira bebedeira… A história vai muito além do que isso, trazendo um tema muito importante e que está sendo muito abordado nos dias de hoje, que é a luta das mulheres por seus direitos.

Alina e suas amigas de curso sofrem vários tipos de assédio e são “obrigadas” a ouvirem diversos insultos por serem as únicas mulheres do curso. A forma como elas descobrem uma saída para diminuir isso faz com que o livro se torne ainda mais incrível.

É impressionante a forma sutil mas necessária que a Pam conseguiu mostrar o quanto é necessário que sejamos ouvidas e que, não é porque usamos uma saia, que estamos te convidando para alguma coisa.

“Várias garotas sofrem abuso sexual todos os dias na nossa universidade, na nossa cidade, no nosso estado, no país, no mundo inteiro. E a maioria não denuncia e não pede ajuda.[…] Sabem por quê? Porque a maioria vai ser culpada por vocês. Por nós. Porque, para a nossa sociedade, é normal assediar. Porque se ela não quisesse, não sairia de roupa curta. Porque, se ela não quisesse, não andaria sozinha. Porque, se ela não quisesse, não estaria bebendo. Porque, se ela não quisesse, não estaria VIVENDO.” Pág. 212

COMPRE COM O MEU LINK CLICANDO NA AMAZON

Resultado de imagem para amazon logo

5/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *