Quinze Dias – Vitor Martins

Quinze Dias foi o primeiro livro publicado pelo Vitor Martins pela @globoalt. O livro vai nos trazer a história de Felipe, um adolescente que está passando por várias dificuldades em sua mente, além das descobertas sobre quem ele é, pois acredita que o fato de ser gordo faz com que ele afaste as pessoas e que, por este mesmo motivo, faz com que elas sintam nojo dele. Ele sofre muito bullying na escola, em diversos momentos do livro há cenas bem explícitas de como isso acontece e de como é triste, fazendo com que eu tivesse vontade de entrar no livro e tirar Felipe lá de dentro.

Além de tudo isso, Felipe é gay. Porém, ele já está muito resolvido com isso, tanto que se torna um dos menores problemas, pois sua mãe é uma pessoa super atenciosa, compreensiva e livre de preconceitos (como qualquer mãe deveria ser e muitas vezes não é).

“Ser gay sempre foi um detalhe pequeno no meio da minha bagagem de crises.”

Quando descobre que seu vizinho do 57, Caio, irá passar 15 dias com ele porque a mãe do garoto viajara e ela não quer deixar o menino sozinho, Felipe entra em pânico. Primeiro porque acha Caio muito bonito. Segundo porque todas suas inseguranças virão á tona de uma vez.

O livro aborda de uma maneira bem divertida e bem inteligente a relação de Felipe e Caio, mostrando como é importante você se aceitar, enfrentar seus medos e ter coragem para ser que você realmente é sem se importar com a opinião dos outros. É um passo de cada vez, um processo de crescimento interno.

“Sempre fui gordo, e viver por dezessete anos no mesmo corpo me tornou um especialista em ignorar comentários. Não estou dizendo que me acostumei. Ninguém se acostuma com lembretes diários que você é uma bola de demolição. Só me acostumei a fingir que não é comigo.”

Vitor Martins soube fazer um livro engraçado, mas ao mesmo tempo sério, pois a narrativa lida com temas delicados, mas que são necessários. Não é cansativo e é rápido de ler, a cada página a curiosidade aumenta para saber se Felipe vai conseguir seguir em frente e aprender a gostar dele mesmo.

Talvez uma das coisas mais difícies de uma pessoa que sofreu na vida, é se olhar no espelho e gostar do que vê. É muito difícil fazer isso quando o mundo inteiro parece estar zombando da sua cara.  Ás vezes só precisamos que alguém nos estenda a mão e ofereça uma ajuda.

 

COMPRE COM O MEU LINK CLICANDO NA AMAZON

Resultado de imagem para amazon logo

4/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *