TRILOGIA MARA DYER

O primeiro livro da trilogia, denominado ‘A desconstrução de Mara Dyer’ nos apresenta a personagem Mara e suas duas melhores amigas Rachel e Claire e seu namorado Jude. Em um dia como outro qualquer elas resolvem ir (contra a vontade Mara) para um prédio abandonado para fazer uma brincadeira com a tábua ouija. No meio dessa brincadeira Rachel pergunta como irão morrer, e eis que a tábua soletra: ‘M-A-R-A…’

Passam-se seis meses desde o incidente e Mara não se recorda de nada do que acontecera naquela noite. A única informação que recebe é que o prédio desabou e ela foi a única que conseguiu sair viva.

Completamente traumatizada com o ocorrido, a família de Mara decide se mudar para Miami para tentar começar uma vida nova. Entretanto, o que Mara não esperava é que visões começassem a lhe atormentar, imagens de suas amigas mortas piscando em sua frente em diversos momentos. Um desses momentos aliás foi no primeiro dia de aula, onde quebra o nariz após ver Rachel no espelho.

A história segue nesse caminho misturando o real e imaginário. Estamos lendo através da mente de Mara e não sabemos o que realmente aconteceu ou o que fora imaginação.

E, como todo livro jovem, há o par romântico: Noah. Apesar de seguir o clichê de garoto popular e etc, o relacionamento é muito bem construído. Apesar de todos os avisos do melhor amigo, Jamie, para ficar longe do garoto, tudo foi inevitável. O relacionamento dos dois não começa de forma agradável e nem como nos filmes, onde eles acidentalmente se esbarrariam. Aqui temos uma personagem que despreza o garoto, pois ainda está lidando com muita coisa depois da morte de suas amigas e ex-namorado.

Todo o primeiro livro cria esse tom sombrio, mesclando terror e suspense. Mas assim que chegamos no último livro da série (‘A vingança de Mara Dyer’) a história toma um rumo completamente diferente, nos trazendo informações novas e uma reviravolta inesperada. Explicações vão surgir e confundir a mente, teorias vão ser explicadas e o quebra-cabeça irá se encaixar.

Michelle Hodken criou uma trilogia de mistério e ficção, muito bem construída e diferente. Conforme a narrativa progride a partir do segundo livro, novos elementos para a história são adicionados, deixando o leitor cada vez mais curioso para saber o que está acontecendo com Mara.

-Cherry Moon

4/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *